Monday, 25 October 2010

Pensamentos..

Acontece muitas vezes que vem vontade de escrever quanto estou triste, para mim è um modo de desvaziar os meus problemas e angustias... Me dà muita raiva tambèm, que quando penso as coisa mais lindas e estou muito inspirada,  estou deitada na cama sem papel e caneta.. ou computer para escrever tudo aquilo que estou pensando... acho que por isso os "autores" estao sempre sentados em um jardim ou em um bar ou na maioria tem insonia... pois è nessa hora no silencio que vem as maiores inspiraçoes...
Hoje resolvi escrever, pois è um dia normal, nao estou chateada com nada e nem estou super feliz por algo que aconteceu... è um dia normal que fiquei com algumas horas sem nada para fazer e com vontade de escrever.

Sempre sonhei em viver essa experiencia no qual me encontro nesse momento, era meu sonho morar fora, casar com um "gringo" na verdade, eu sempre falei desde pequena que queria casar com um Alemao, sempre gostei de Loiros dos Olhos Azuis, DEUS me deu Moreno dos olhos verdes e Italiano... chegou perto, ou cheguei perto!? Mas quando eu sonhava, ou quando sonhamos, nunca pensamos nas partes negativas, pensamos somente nas coisas boas e positivas.

Nunca pensei que estar longe da familia, mexeria tanto com meu "eu". Eu sempre fui muito independente, sempre resolvi meus problemas sozinha, com 21 anos morava sò, deixei a "barra da saia" da minha mae e fui pagar a aluguel e trabalhar para pagar meus estudos, mas estavam sempre li, em casa, na minha cidade, no meu paìs, quando batia a saudade corria para casa da mamis.. Era tao bom chegar no domingo com o cheirinho de comidinha, boa.. abraçar meu sobrinho... enfim ...tantas coisas... que nao pensava que machucava tanto assim....

Aprendi que Saudade dòi demais... faz chorar , e vem tao de surpresa.
Sou durona e mantega derretida... tipo... em alguns pontos sou dura!! e outros choro atè assistinho desenho animado. Mas a Saudade ela fica la escondida, e quando ela quer, pula fora e faz voce chorar tanto atè soluçar de dor.

Dor
A dor maior e saber que perco.
Perco momentos que nao voltaram nunca mais, dòi saber que nao estou vendo meus sobrinhos crescer, dòi em saber que quando vou ver minha mae novamente, teraà rugas novas no rosto, que seu sorriso sera diferente, seu rosto. A maior dor è de um dia olhar para atras e me arrepender de nao ter aproveitado esse momentos, quando nao mais existir a possibilidade de viver-los. Procurando nao pensar nisso, mas quando passa esses pensamentos.... Dòi demais.

Outro lado
Por outro lado, nao acredito que seria tao feliz como sou agora se estivesse no Brasil, se as minhas escolhas fossem diferentes. Se nao tivesse enfrentado o medo.
Medo do novo, da novidade
da lingua nova, coisas novas
cidade nova
pessoas diferentes
amigos...

Josianni Teixeira

1 comment:

Obrigado pelo seu recado e carinho! Respondo sempre aqui.

Baci&Abbracci